≡ edrone Blog
You've successfully subscribed to edrone
Great! Next, complete checkout for full access to edrone
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.
Success! Your billing info is updated.
Billing info update failed.

edrone recebe aporte de US$ 5,3 milhões para ajudar empresas de e-commerce a atender às expectativas dos clientes

O futuro do varejo reside em experiências únicas e pessoais. Sabendo disso, a edrone, uma empresa de tecnologia com sede na Polônia, acaba de anunciar um investimento de US$ 5,3 milhões para alimentar suas ambições de construir uma plataforma one-stop-shop para e-commerce.

Andre Floriano
Andre Floriano

O capital será investido em P&D e no desenvolvimento de novos negócios nas regiões CEE (Europa Central e do Leste) e LATAM (América Latina). É o primeiro aporte que a empresa recebe após bootstrapping por quatro anos.

A solução é voltada para empresas de e-commerce de pequeno, médio e grande porte que desejam entender o comportamento de seus clientes e engajá-los com o produto certo, no lugar certo e na hora certa. Os principais recursos incluem automação de marketing, on-site marketing, recomendação de produtos baseada em IA, soluções de atendimento ao cliente e CRM dedicado para e-commerce. O objetivo com a construção de um one-stop-shop para lojas online é permitir que elas usem a tecnologia como uma grande vantagem competitiva. O investimento (Pré-Série A) de US$ 2,5 milhões, vem da PortfoLion, uma VC do grupo OTP. Poucas semanas atrás, a edrone levantou US$ 2,8 milhões para o financiamento do projeto de P&D de seu assistente virtual autônomo.

“Criamos a edrone com a ideia de ajudar as lojas online a gerar mais receita com a base de clientes que elas já tinham. A ideia foi bem recebida desde o início, o que nos permitiu conquistar mais de 1.000 clientes em todo o mundo. Agora é hora do próximo capítulo e estou animado para dar as boas-vindas à PortfoLion como parte de nossa equipe”, diz Michał Blak, CEO da edrone.

O momento parece perfeito, com o e-commerce registrando um crescimento recorde e se mostrando um dos mercados mais antifrágeis durante a atual pandemia. O capital da VC será investido nos próximos 18 meses no desenvolvimento de novos negócios em mercados existentes, como a LATAM, assim como na abertura de novos mercados. Somente neste ano, o faturamento do e-commerce na região da LATAM cresceu 230%, quase dobrando o crescimento das vendas do e-commerce global (130%).

"A edrone provou entregar um crescimento constante de duas a três vezes ao ano desde o primeiro dia de suas operações em um mercado muito competitivo. Acreditamos que sua energia e coragem, aliadas ao nosso networking, experiência de negócios e suporte financeiro, só irão acelerar esses números e ajudar a empresa, de origem centro-europeia, a se tornar uma líder global no segmento MarTech, aponta Tibor Győrbíró, Sócio na PortfoLion.

O investimento será alocado em duas áreas estratégicas. A parte proveniente da Pré-Série A — capital da PortfoLion — será usada para fomentar o desenvolvimento nas regiões da União Europeia e da América Latina. Na Europa, eles planejam abrir novos mercados na região Central do Leste. Para a América Latina, o plano é desenvolver parcerias estratégicas, já que a região tem sido um local onde suas operações vêm tendo sucesso nos últimos três anos; atualmente, contando com mais de 100 clientes no Brasil. A empresa irá contratar mais de 100 pessoas nos próximos 12 meses — a maioria para trabalhar no desenvolvimento de produtos e novos negócios.

Segundo Felippe Pereira, COO da edrone para o Brasil, “a América Latina é o lugar certo para as empresas de e-commerce. Só no Brasil, este ano tivemos um crescimento de 130% na receita desse setor. A América Latina, como um todo, cresceu mais de 200%. Fico feliz porque, após um lançamento bem-sucedido há três anos, ainda observamos um crescimento de dois dígitos em nossos negócios aqui no mercado brasileiro."

O dinheiro proveniente do Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento (NCRD) — uma agência polonesa de implementação com a missão de apoiar empresas e unidades científicas polonesas no desenvolvimento de suas habilidades para criar e fazer uso de soluções baseadas em resultados de pesquisa — será gasto no desenvolvimento de uma tecnologia própria de inteligência artificial para empresas de e-commerce. Graças aos algoritmos de processamento de linguagem natural (gMAP e MAP, desenvolvidos no âmbito do trabalho de P&D), a equipe irá criar a edrone AVA — uma plataforma que permitirá às lojas online montar e implementar assistentes de vendas virtuais. Esses assistentes poderão falar livremente com o cliente da mesma forma que um vendedor o faria ao realizar vendas em lojas físicas; entretanto, será mais sofisticado do que um simples "robô" baseado em um conjunto previsível e finito de perguntas e respostas.

Piotr Stachowicz e Maciej Mozolewski, membros da equipe da AVA

“Segundo a Business Insider, em 2022, até 90% dos tickets de atendimento serão atendidos por IA. Queremos que todas essas interações sejam semelhantes às interações humanas, portanto, simples e agradáveis para os clientes”, lembra Piotr Stachowicz, CTO da edrone.

O responsável pela pesquisa e desenvolvimento do projeto é o Prof. Grzegorz Nalepa, Ph.D. — Presidente da Associação Polonesa de Inteligência Artificial. A equipe também inclui engenheiros da AGH University of Science e da Jagiellonian University (ambas localizadas em Cracóvia, Polônia), bem como Arek Filnik — CTO da lekta.ai e co-criador da empresa líder em soluções de voz na região da Europa Central e do Leste.

"Nossa equipe provou repetidamente que podemos fazer o impossível acontecer; o nosso bootstrapping nos últimos quatro anos não foi uma tarefa fácil, especialmente em tempos tão desafiadores. Estou muito feliz por podermos anunciar esses dois importantes investimentos que irão impulsionar ainda mais o nosso crescimento. Este é um momento emocionante para nós e estamos mais do que felizes em receber a PortfoLion como parte da nossa família. Um dos pontos-chave foi encontrar um parceiro que pudesse entender o nosso negócio; eles superaram nossas expectativas”, finaliza Michał.

edrone e PortfoLion

A edrone, co-fundada por Michał Blak e Rahim Blak, é sediada em Cracóvia, na Polônia, e está no mercado desde 2016. Possui escritórios em São Paulo e Barcelona. Nos últimos quatro anos, eles conseguiram, com capital próprio, trazer para o seu atual portfólio mais de 1.000 clientes, vindos principalmente dos mercados da Europa Central e do Leste e da América Latina. Atualmente, a empresa emprega mais de 50 pessoas um número que será triplicado nos próximos meses. A edrone foi eleita o melhor CRM para e-commerce, de acordo com a lista CIO 100 de gerentes de TI, e premiada com o Best in Cloud, promovido pela revista Computerworld. Em 2019, a empresa polonesa recebeu o reconhecimento Well-Architected Framework da Amazon. Sua base de clientes inclui Husqvarna, Converse, Leftheit, Tous, Jean Louis David e outras marcas europeias e brasileiras conhecidas. O faturamento da empresa provém de licenças de produtos no modelo SaaS (Software as a Service), com preços a partir de US$ 300.

A PortfoLion é uma empresa de capital de risco e capital privado, sediada em Budapeste, que faz parte do Grupo OTP, um dos maiores grupos bancários da região da Europa Central e do Leste. A PortfoLion oferece às empresas um histórico financeiro estável para facilitar sua entrada no mercado e expansão internacional. A empresa administra atualmente cinco fundos com um valor total de ativos de EUR 130 milhões, com mais de 20 empresas em sua carteira. A empresa de gestão de fundos tem parceria com empresas em vários estágios, principalmente nas regiões Centro-Leste e Sudeste Europeu, mas também está aberta para oportunidades de investimento em toda a Europa.

AVAArtificial intelligenceDeep learningeCommerceInterviewsMachine learning

Andre Floriano

Brazilian living in Poland. Lived for 10 years in the U.S. With experience in International Business and Management. Currently, edrone's Head of Education. Has four children.